Que tal mais empatia em 2018?

Eu particularmente AMO essa época do ano e acho lindo acompanhar os textões de agradecimento pelo ano que passou e de desejos para o ciclo que se inicia. Claro que novos ciclos só são melhores se nós resolvermos ser melhores também, mas acho que o ritual de passagem de ano tem um poder surpreendente de renovar energias e estimular mudanças positivas de comportamento.

Esse ano prestei uma atenção especial nos desejos das pessoas e encontrei muita coisa relacionada à empatia: Desejos de mais conexão com o outro, relações mais positivas, mais tempo de qualidade com quem se ama, mais atuação social, conhecer pessoas novas (quem sabe um novo amor?), mais conexão consigo mesmo (autoempatia)… Se sentir próximo de si e do outro e pertencer parece ser muito mais importante do que ganhar mais dinheiro, comprar um carro novo, ter mais seguidores ou, até mesmo, emagrecer aqueles 5kg.

Realizar essa listinha de desejos é, na minha opinião, mais desafiador do que conquistar coisas materiais, mas os benefícios são, sem dúvida, incrivelmente maiores. E como já dizem os livros, “a empatia é a cola das relações sociais”. Ou seja, não ‘vai tá dando’ para melhorar as relações sem exercitar muito a empatia em 2018.
 
Para ajudar nesse processo, gostaria de compartilhar com quem tiver interesse uma ferramenta de “avaliação” da sua empatia. A RODA DA EMPATIA que eu criei é inspirada na conhecida Roda da Vida (exercício comum em processos de coach) e pode te ajudar a criar um mapa de como anda essa competência em várias dimensões da vida e quais merecem maior atenção. Ela te ajuda a trazer mais clareza sobre seus relacionamentos em quatro dimensões importantes: Autoempatia (seu relacionamento com você mesmo); Relações Pessoais (seu relacionamento com as pessoas mais próximas); Trabalho (seus relacionamentos com colegas profissionais e com o trabalho em si); e Sociedade (seu relacionamento com as outras 7 bilhões de pessoas que também habitam esse planeta).

 

 

Gostou? Quer fazer esse exercício e colocar uma energia especial no tema da empatia em 2018? Então coloca seu e-mail aqui nos comentários. Nos próximos dias, eu te mando o exercício por e-mail explicando como fazer.

Um ano melhor depende de relações melhores e de conexões mais genuínas com o que e quem realmente importa e a empatia te ajuda a chegar lá. 
Que em 2018 a empatia chegue não só às capas das revistas e jornais, mas principalmente ao coração de cada um.

Feliz ano novo! 😉